25 de nov de 2009

Querida Coca-Cola

Cara, decidi que você não vai mais entrar aqui.
Não é que eu não goste de você, ou que eu julgue que você só me faça mal, não é isso. Muito pelo contrário. Nos momentos de maior dor de cabeça, é só você que pode resolver tudo.
E, vamos combinar que temos um lance há anos. Nem me lembro mais como era a minha vida sem você, acho que nunca foi.
Até pensei em te trocar por outra do seu tipinho, mas que leve a vida de um jeito mais light, mas parei e pensei: já que é pra ser, que seja com ela.
Porque, meu bem, vamos combinar, não importa o que digam, você é GOSTOSA pra caramba, é só melhora com os anos.
Ahn?
Não, não estou delicadamente te chamando de velha, nem incomodada por você já ter rodado em tantas bocas assim até chegar em mim, não é isso, todo mundo te um passado, eu sei disso, sei conviver com isso.
Nãããão, por favor, você tá entendendo tudo errado, não estou te chamando de velha e rodada, ain, to piorando tudo.
Ai, não, não fica assim. Seca essas lágrimas da tua face gelada, isso não te fica bem.
Gosto do teu corpo suado, num dia de sol, sua morenice estonteante, suas curvas lascivas e redondíssimas, com perdão da redundância.
Acredita, vou lembrar sempre com carinho e saudades do seu sabor nos meus lábios.
Reconheço que você não é a coisinha mais indicada como acompanhamento nos cafés da manhã, mas você é irresistível, principalmente às 7h e atrasada.
É que não dá mais mesmo, o problema não é você, é comigo, to abusando de você e é isso o que me deixa mal, já disse, nos piores momentos, é você quem faz eu parar pra pensar, colocar as idéias no lugar seguir adiante.
Só que não quero ficar te usando como pretexto, sendo preguiçosa, até porque você é condescendente. Acho mesmo que é só nesse momento que você me é negativa, ou melhor, positiva, pois os ponteiros na balança sempre aumentam quando tenho esses excessos de você, querida Coca- Cola.

Sentirei sua falta, mesmo.
Mas vai ser melhor, pra nós duas, se pararmos por aqui.
Agora, por favor, um último gole. E adeus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário