29 de nov de 2009

Torrada.

Por que é que você tem que ser tão dura?
Pra que toda essa aspereza?
Sinceramente...te acho muito sem gracinha, sabia?
Você fica aí com esse arzinho, toda quadradinha, uma tremenda sem sal, se achando a última bolacha do pacote.
Você ainda tenta disfarçar, dando uma de doce.
Pois fique sabendo, querida, que a galera só te engole porque em algum momento cometeu algum abuso e está, com certeza, se sentindo punida a cada instante ao seu lado.
Você vem com esse papinho de vida saudável, zero gordura trans daqui, fibras dali, mas a pessoa pra gostar de você, assim, purinha, de cara limpa, só sendo tão chata quanto você, por que, meu bem, pra mim, você desce rasgando, fico te ruminando o quanto posso, mas com aquele bolor na boca.
Francamente, te acho insuportável, Torrada de Pacote.
Pura, então, ai, que tortura.
Você só desce bem quentinha, com uma margarininha, manteiguinha, uma geléia, requeijão, ou qualquer coisa que o valha, e mesmo assim, se eu não tiver opção, pois sou mil vezes, com esses acompanhamentos, um pão de queijo ou o bom e velho pão francês.




Não te suporto, e tenho dito.

Um comentário:

  1. HAUAHUAHAUAHAUAHAUAHUAHAUAUAHAUAHAU ameeei, eu no estilo 'Martha' e você no estilo 'Fernandinha' tudebom nega . hahahaha


    teamo.com.br

    ResponderExcluir